MTC implementa soluções logísticas para areias pesadas de Chibuto
MTC implementa soluções logísticas para areias pesadas de Chibuto

MTC implementa soluções logísticas para areias pesadas de Chibuto

O Sector dos Transportes e Comunicações vai implementar novas soluções para a melhoria da logística de transporte dos recursos minerais extraídos na mina de areias pesadas de Chibuto, anunciou esta sexta-feira, 21 de Abril, o Ministro dos Transportes e Comunicações Mateus Magala, no final da visita à mina e ao local identificado para a construção da doca de Chonguene, na Província de Gaza.

Respondendo à preocupação apresentada pelos gestores da mina de areias pesadas de Chibuto, sobre a necessidade de se encontrar melhores soluções logísticas para o escoamento dos minérios extraídos naquela mina, o Ministro Magala assegurou que já foi concluída a avaliação do pedido de concessão para a construção da doca de Chonguoene, devendo ser apresentado ao Conselho de Ministros, nos próximos dias, para a competente decisão. Informou igualmente que está em estudo uma solução estrutural da construção de um ramal ferroviário ligando a mina de Chibuto à linha férrea do Limpopo, para permitir o escoamento ferroviário da produção da mina.
A preocupação dos gestores da mina de areias pesadas de Chibuto em encontrar melhores soluções surge por constatar-se que a via rodoviária (Chibuto – Porto de Maputo) que, transitoriamente, está a ser usada torna os custos de transporte elevados, para além dos demais impactos negativos, como congestionamentos, degradação das estradas, entre outros.
O Ministro dos Transportes e Comunicações trabalhou, nos dias 21 e 22 de Abril corrente, na Província de Gaza, com o objectivo de se inteira da implementação dos principais projectos e desafios do Sector na Província.
Em Gaza o Ministro trabalhou na Cidade de Xai-xai e nos distritos de Chonguene e Chibuto, onde manteve encontros com diversas individualidades da Província, tomou contacto directo com o processo produtivo da mina de areias pesadas de Chibuto e respectiva logística para o escoamento da sua produção, inteirou-se, igualmente, do funcionamento do Aeroporto Filipe Jacinto Nyusi e perspectivas da Empresa Aeroportos de Moçambique para a rentabilização desta nova e imponente infra-estruttura aeroportuária.
Acompanharam o Ministro o Presidente do Conselho de Administração da empresa Aeroportos de Moçambique, Eng. Américo Muchanga, quadros do MTC e das empresas Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique e do Porto de Maputo.

Related Articles