A reestruturação desta unidade de ensino superior conta com o apoio da República Socialista do Vietnam e foi acordada, na segunda-feira, 12 de Dezembro,

em Maputo, no encontro entre o ministro moçambicano dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, e uma delegação vietnamita, chefiada pelo reitor da Universidade Marítima do Vietnam (VMU), Luong Cong Nho.

Foi anunciado ainda que a universidade vietnamita ofereceu 10 bolsas de estudo para os níveis de licenciatura e mestrado nas áreas da marinha e ainda para a capacitação institucional do Ministério moçambicano dos Transportes e Comunicações. De realçar que quatro bolseiros moçambicanos estão já a estudar na Universidade Marítima do Vietnam.

Carlos Mesquita disse ter acordado mecanismos de intercâmbio que vão permitir a melhoria da formação e mobilidade de docentes e oficiais da Marinha Mercante moçambicana, apoio na gestão escolar e capacitação institucional da Escola Superior de Ciências Náuticas, entre outros aspectos de interesse para os dois países.

“Moçambique debate-se com o problema do capital humano para a Marinha Mercante. Reconhecendo a experiência do Vietnam nessa matéria, acordamos o estabelecimento de um programa de cooperação especifico que nos permita melhorar a nossa capacidade de formação do pessoal marítimo, devendo serem desenvolvidas acções específicas com a nossa instituição de formação da área da Marinha e a sua congênere do Vietnam”, disse Mesquita, para quem a formação é um pilar essencial para a revitalização da marinha em Moçambique.

Para a formalização dos entendimentos alcançados, a Escola Superior de Ciências Náuticas (ESCN) e a Universidade Marítima do Vietnam assinaram um memorando de entendimento, válido por um período de cinco anos, durante o qual prevê -se assistência técnica ao estabelecimento de ensino moçambicano, desde o levantamento sobre as necessidades de equipamento para a formação, elaboração de manuais de ensino, mobilização de financiamentos, bem como o desenvolvimento de cursos modulares, incluindo o curriculum e programas de formação para a ESCN.

A delegação vietnamita, que termina visita a Moçambique no dia 14 de Dezembro, para além de trabalhar com o ministro dos Transportes e Comunicações e a direcção da Escola Superior de Ciências Náuticas, manteve encontros com o Instituto Nacional da Marinha (INAMAR), Universidade Pedagógica (UP) e visitou o Porto de Maputo.